Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Oui

 

- Então, não me vais beijar?

Perguntou ele no meio do transito

- Oui. Respondeu ela.

Os carros, esses tolos,  deixaram de passar ...

E a cidade louca ficou mais longe!

Muito mais longe ...

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Nuite 10.07.2007 22:32

    esse tragico poema ...
    lembra-me sempre um baijo a chuva =)
    lembra-me sempre as ironias da vida!!

    Beijinhos
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.