Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

...

Hoje li que as vezes crescemos tanto que batemos com a cabeça na tecto …

Pois, se calhar é mesmo melhor ficarmos pequenos …

Longe dos tectos !!! Ou então bater com tanta força de uma vez só

Para então podermos contemplar o céu …

Hoje dói-me a cabeça, tenho um galo enorme ...

(e ainda me falta tanto tecto para partir)

2 comentários

Comentar post