Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Começo a sentir a magia ...

 

A vontade de ficar é grande (mesmo antes de lá ter chegado)
Começo a sentir a festa dos sentidos: os aromas dos mil e muitos condimentos, dos chás variados que se misturam com as cores exóticas e as vozes dos vendedores que nos convidam a apreciar mais de perto as caixas de madeira e os cestos meticulosamente organizados, expostos nas bancas a beira da rua …
Começo a ouvir as súplicas dos muezins, chamado os fieis para as orações - cinco vezes por dia, que fazem parte da paisagem sonora, orações que vão saltando dos minaretes das mesquitas e misturando-se nas esquinas e ruelas com o buzinar dos condutos apresados.
Começo a sentir-me em viagem …
Como se o mundo inteiro pudesse caber na palma da minha mão !!!

 

2 comentários

Comentar post