Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Resposta a um desafio ...

Vou-te enterrar hoje.
Afinal esta um
belo dia para tal ...
Não esta nem muito frio, nem muito calor ...
Não é cedo nem é tarde.
Existem dias assim, simplesmente, Perfeitos!

Bem, morto já tu estas a anos ...

Anos luz, para ser mais precisa.
Hoje, apenas irei oficializar o acto!
Gosto destas coisas de cerimónias.

Contudo, caso não tivesses morto ,

Hoje matar-te-ia  -  sei lá ...

Apetece-me!

 

para : http://www.cagalhoum.blogspot.com/

La Vie en (sempre) Rose

Passou ontem por mim

...  a Milord

Eu, acenei, sorri.

É bom sair ...

Ter bons encontros ...

Melhor ainda, é sentir a loucura na ponta

Dos dedos

 

existem vidas que nos fazem aplaudir ....

existem vidas que nos fazem acreditar

 .... non je ne regret de rien ....

 

 

 

 

 

 

 

Maria Liberdade

"Aqui posto de comando do Movimento das Forças Armadas.

As Forças Armadas portuguesas apelam a todos os habitantes da cidade de Lisboa no sentido de recolherem a suas casas, nas quais se devem conservar com a máxima calma. Esperamos sinceramente que a gravidade da hora que vivemos não seja tristemente assinalada por qualquer acidente pessoal, para o que apelamos para o bom senso dos comandos das forças militarizadas, no sentido de serem evitados quaisquer confrontos com as Forças Armadas. Tal confronto, além de desnecessário, só poderá conduzir a sérios prejuízos individuais que enlutariam e criariam divisões entre os Portugueses, o que há que evitar a todo o custo. Não obstante a expressa preocupação de não fazer correr a mínima gota de sangue de qualquer português, apelamos para o espírito cívico e profissional da classe médica, esperando a sua acorrência aos hospitais, a fim de prestar a sua eventual colaboração, que se deseja, sinceramente, desnecessária».

Meu querido Salgueiro Maia, o mais puro símbolo da coragem e da generosidade dos capitães de Abril.

Funeral !!!

Hoje entrerrei um morto ...

Não me foi dificil!

pois, o mesmo estava morto ha varios anos !!!

Quando se renova um blog e/ou uma vida

os mortos são os primeiros a serem enterrados

( e desta vez não estão debaixo da cama)

Finalmente Paz

 

A Minha Paris

Elle s'appelle Françoise Bornet; sur la photo, elle embrassait Jacques Carteaud. Derrière l'appareil, le photographe s'appelait Robert Doisneau. En 1950, il a rencontré les deux amoureux à la terrasse d'un café et les a immortalisés enlacés sur le parvis de l'Hôtel de Ville à Paris

in http://photos.blogs.liberation.fr/photos/

 

As vezes, quando visito um blog, que não têm post recentes,

fica sempre uma pergunta no ar ...

" o que será que aconteceu?"