Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

pensamento de uma amiga ....

Se investimos no trabalho, investimos na bolsa, investimos na saúde, investimos em investimentos a longo e a curto prazo, investimos no carro, na casa, na mota, na bicicleta e ate na máquina fotográfica, porque não, mas porque não mesmo, utilizar a palavra investir para investirmos numa relação?


E por favor, por amor da santa, não lhe chamem expetativa(s) …


Pois tal palavra dá-me náuseas, querer ser feliz nunca será uma expetativa, um capricho ou um desejo tolo. Ser feliz é um caminho sem designação que incute em si a própria felicidade.  


Quantos investimentos nas nossas vidas são a fundo perdido? E quantas vezes (na nossa sábia função de sermos homo sapiens sapiens) não somos mesmo nos, esse fundo perdido? (umas vezes sem sabermos, outras vezes a fazer de conta que não nos apercebemos de tal)


Quando não se investe, (seja em que área for) só existe um fim; a bancarrota!!!