Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Jung disse:

Quem olha para fora, sonha e quem olha para dentro, acorda."


 

Para mim é das poucas frases que nestes últimos tempos fizeram sentido sem que pudesse eu, acrescentar algo mais ...


Está tudo dito, simples, eficaz é a resposta sem que não seja preciso fazer uma questão para a responder...


Isto, porque para nós (pensadores) uma resposta muitas vezes é uma nova questão ...


Saltitamos como pulgas, ou como cangurus (sempre é um animal com mais classe do que a pobre da pulga), saltitamos de questão em questão...


Chegamos aqui e paramos, olhar para dentro....


Quando olho para dentro vejo o meu cérebro (com alguns neurónios queimados é um facto), vejo o meu coração a bombear sangue os meus pulmões a trabalhar com ar a entrar e a sair, vejo o parvo do meu estômago ali a fazer ronha e entre muitas mais coisas vejo-me a mim...


O meu mim não tem forma, o meu mim é um conjunto de sentimentos que andam livres dentro do meu corpo ...


E assim, gosto que andem livre dentro de mim