Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

para o outro lado do mundo ...

Querido mais lindo do coração !!!

Começava a recear que te tivesses perdido por esse mundo grande de ruas largas e paralelas…

O ouvido, a mão, a face, o ombro, o joelho e o dedo do pé pediam beijos e eu aqui sentada na varanda olhando o horizonte na esperança que a serra da Arrábida se move-se um pouco para a esquerda para então te poder ver ai nessa G. não índiana mas certamente encantada e feliz!!!

Obviamente que quero ouvir todas as historias especialmente aquelas que só tu compreendes, quero saber do olhar do miúdo que iras encontrar sentado no passeio, do sorriso da mulher que tem o filho ao colo que passou ao teu lado, do sabor da comida do restaurante que encontras-te por acaso num beco que dava para qualquer outro lugar que esqueces-te de ir … quero saber de G. mas através de ti e não das historias comerciais que se publicam nas revistas !!! Tu tens um dom, além de ver o mundo com outros olhos és um maravilhoso contador de historias …

Hoje vi o sol nascer … (é o que faz deitar cedo e cedo erguer) o sol demorar segundos a surgir do outro lado da serra e ficar alto !!! Compreendi então que o tempo passa realmente muito rápido e que a terra anda mesmo depressa de mais …

O meu relógio diz que por ai são 19h27 …

Imagino-te sentado com alguma bebida na mão a ver uma cena e a regista-la algures para depois me contares! Quando estou em viagem isto acontece-me muito … parar !!! Mais do que correr a ver o monumento X ou o monumento Y , para mais um carimbo de “visto” gosto de ver os lugares, vê-los para então os libertar, contudo, sabemos que existem lugares que por mais que os libertemos continuam presos a nos…

G. deverá ser um lugar assim …

Um lugar para ser visto para mais tarde ser libertado com todo o ser esplendor …

Onde estas assim como o Bali ou o Chile fazem parte dos meus sonhos por isso fico nostálgica e feliz quando alguém tão, tão, tão, tão, tão, tão como TU pode realizar estes meus sonhos …

O mundo tem o tamanho da nossa idade (esta idade deverá ser substituída pela palavra maturidade) um dia chego a G. e ao Bali …

Tira fotos lindas, regista momentos que só tu vês e compreendes, estarei aqui a tua espera para te dizer que gosto de ti (sempre muito) e ver essa G. que agora esta um pouco mais perto de mim …

Beijo