Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

A minha noite ...

A noite é um espelho esquecido ...

Um vinho barato

E amargo,

Uma crença perdida

Nas vozes dos Homens que

São aquilo

Que não inventam ...

A noite ...

É só minha!

Roubei-a numa loja

De Antiguidades,

Algures na Sibéria ...