Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

"Esta coisa de estar viva é algo que me alegra (...)"

Esta coisa de estar viva é algo que me alegra todas as manhas …

A ideia de não fazer parte deste mundo num estado que não este em que vos escrevo não me assusta, somente, me deixa nostálgica!!!

Gosto de ver o meu gato no jardim, a dominar todos os movimentos e a colocar todos os ratos e pássaros na ordem natural de um jardim que se transforma em savana onde o gato é leão e eu passo a ser uma reportar activa da bbc vida selvagem

Gosto destas amanhas de domingos índigo sem destino …

O tempo passa acompanhado do tic tac do relógio de bolso e embalados pelo vento miudinho que nos lembram que existe uma estação, lá ao longe chamada Outono…

Gosto de inspirar este ar fresco que desce sem pressas a serra, percorre os vales ate chegar tranquilamente aqui, ao meu alpendre!!! Aqui me mima e me anima e me aninha os ares e aqui eu existo em toda a plenitude, aquela que é mais pura, aquela que dificilmente é vista para quem ainda não ligou o interruptor !!! Aqui sem mascaras, nem apegos, nem véus, nem segundas intenções, aqui me encontro para tantas vezes me deixar ir com a brisa para lugares que ficam para lá do Tejo para lá de ic’s para lá do compreendido pela mente humana.

Um dia vou ter de deixar este alpendre e esta brisa e esta savana e esta vida …

Vou fazer a única viagem que para a qual não irei levar mochila !!!

E vou (re)começar noutro lugar!!!

 

2 comentários

Comentar post