Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Fabuleux destin d'Ana

Não existe lugar para o acaso ...

Surripi(ar)...

"Saudavam com alvoroço as coisas novas o mundo parecia criado nessa mesma manhã..."

 

Sophia, a minha Sophia enche-me a alma e o coração!!!

Roubei-lhe estas palavras (uma vez mais)...

Porque ela, a Sophia que junta o P e o H de uma feição melodiosa, tem o dom de atar timbres com maresias tendo como "Porto" de abrigo sentimentos reboliços e desordenados que habitam a alma humana ... A minha alma humana !!!

Minha saudosa poetisa que garatujava emoções!!! Obrigada por te deixar saquear de uma forma tão pura …